Artwork

Indhold leveret af ter.a.pia. Alt podcastindhold inklusive episoder, grafik og podcastbeskrivelser uploades og leveres direkte af ter.a.pia eller deres podcastplatformspartner. Hvis du mener, at nogen bruger dit ophavsretligt beskyttede værk uden din tilladelse, kan du følge processen beskrevet her https://da.player.fm/legal.
Player FM - Podcast-app
Gå offline med appen Player FM !

Não ser mãe é meu direito de escolha

28:52
 
Del
 

Manage episode 410200098 series 2932941
Indhold leveret af ter.a.pia. Alt podcastindhold inklusive episoder, grafik og podcastbeskrivelser uploades og leveres direkte af ter.a.pia eller deres podcastplatformspartner. Hvis du mener, at nogen bruger dit ophavsretligt beskyttede værk uden din tilladelse, kan du følge processen beskrevet her https://da.player.fm/legal.

Desde muito jovem, Thuanny decidiu que não queria ser avó. Sim, ela não desejava ser avó. Já adulta, ela soube elaborar esse desejo e compreender que, nesse caso, não queria ter filhos e seguir o mesmo caminho que sua avó.

O ponto aqui não era a admiração que Thuanny sentia por sua avó; pelo contrário, esta era um símbolo de força para a neta. Mas o fato de ter tido tantos filhos, cuidar deles e, ainda por cima, sustentar financeiramente sua casa, afastava Thuanny.

As coisas pareciam tender para isso: Thuanny cresceria e teria filhos, assim como sua mãe, avó, bisavó e assim por diante. Era um ciclo que todos naturalizavam, mas não era a escolha de Thuanny para sua vida. Ela não queria.

Thuanny começou então a deixar isso bem claro e nunca foi questionada pela mãe, por exemplo. Já adulta, decidiu, junto ao companheiro, que faria a laqueadura.

Decidir pelo procedimento fez com que ela descobrisse que, até 2022, muitos obstáculos eram colocados para que as mulheres não pudessem seguir com seu desejo de esterilização voluntária.

Até então, mulheres sem filhos e com menos de 25 anos só poderiam fazer a cirurgia com autorização do companheiro, o que, para Thuanny, era um absurdo que privava o direito de escolha de tantas mulheres jovens que não desejavam ter filhos, assim como ela.

A laqueadura de Thuanny ocorreu após a mudança das regras, mas não sem ela passar por algum estresse. Seu procedimento foi realizado pelo SUS e todo o atendimento foi conduzido com muito cuidado por outras mulheres.

No entanto, devido à pandemia, foi adiado. Quando ela retornou ao hospital para dar continuidade, foi atendida por um médico homem, que a questionava: “Você tem certeza disso?”.

E não foi só isso. Os olhares de reprovação de quem não aceita uma mulher optar por não ser mãe a acompanhavam sempre que ela expressava isso.

Não querer ser mãe, para muitas pessoas, ainda significa que a mulher é sem coração, egoísta ou até mesmo promíscua. O que muitos não entendem é que, às vezes, a mulher não quer ser mãe porque tem outras prioridades em sua vida.

Apoie o Histórias para ouvir lavando louça, acesse ⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠https://orelo.cc/historiasdeterapia⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠ e tenha acesso a conteúdos exclusivos.

"A história do outro muda a gente", o primeiro livro do ter.a.pia está disponível para compra. Garanta o seu aqui: ⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠https://amzn.to/3CGZkc5⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠

O Histórias para ouvir lavando louça é um podcast do ter.a.pia apresentado por Alexandre Simone e Lucas Galdino. Para conhecer mais do ter.a.pia, acesse ⁠⁠⁠⁠historiasdeterapia.com⁠⁠⁠⁠.

Edição: Bergamota Filmes

Roteiro: Luigi Madormo

Voz da vinheta: Celia Melo, apoiadora na Orelo.

  continue reading

161 episoder

Artwork
iconDel
 
Manage episode 410200098 series 2932941
Indhold leveret af ter.a.pia. Alt podcastindhold inklusive episoder, grafik og podcastbeskrivelser uploades og leveres direkte af ter.a.pia eller deres podcastplatformspartner. Hvis du mener, at nogen bruger dit ophavsretligt beskyttede værk uden din tilladelse, kan du følge processen beskrevet her https://da.player.fm/legal.

Desde muito jovem, Thuanny decidiu que não queria ser avó. Sim, ela não desejava ser avó. Já adulta, ela soube elaborar esse desejo e compreender que, nesse caso, não queria ter filhos e seguir o mesmo caminho que sua avó.

O ponto aqui não era a admiração que Thuanny sentia por sua avó; pelo contrário, esta era um símbolo de força para a neta. Mas o fato de ter tido tantos filhos, cuidar deles e, ainda por cima, sustentar financeiramente sua casa, afastava Thuanny.

As coisas pareciam tender para isso: Thuanny cresceria e teria filhos, assim como sua mãe, avó, bisavó e assim por diante. Era um ciclo que todos naturalizavam, mas não era a escolha de Thuanny para sua vida. Ela não queria.

Thuanny começou então a deixar isso bem claro e nunca foi questionada pela mãe, por exemplo. Já adulta, decidiu, junto ao companheiro, que faria a laqueadura.

Decidir pelo procedimento fez com que ela descobrisse que, até 2022, muitos obstáculos eram colocados para que as mulheres não pudessem seguir com seu desejo de esterilização voluntária.

Até então, mulheres sem filhos e com menos de 25 anos só poderiam fazer a cirurgia com autorização do companheiro, o que, para Thuanny, era um absurdo que privava o direito de escolha de tantas mulheres jovens que não desejavam ter filhos, assim como ela.

A laqueadura de Thuanny ocorreu após a mudança das regras, mas não sem ela passar por algum estresse. Seu procedimento foi realizado pelo SUS e todo o atendimento foi conduzido com muito cuidado por outras mulheres.

No entanto, devido à pandemia, foi adiado. Quando ela retornou ao hospital para dar continuidade, foi atendida por um médico homem, que a questionava: “Você tem certeza disso?”.

E não foi só isso. Os olhares de reprovação de quem não aceita uma mulher optar por não ser mãe a acompanhavam sempre que ela expressava isso.

Não querer ser mãe, para muitas pessoas, ainda significa que a mulher é sem coração, egoísta ou até mesmo promíscua. O que muitos não entendem é que, às vezes, a mulher não quer ser mãe porque tem outras prioridades em sua vida.

Apoie o Histórias para ouvir lavando louça, acesse ⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠https://orelo.cc/historiasdeterapia⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠ e tenha acesso a conteúdos exclusivos.

"A história do outro muda a gente", o primeiro livro do ter.a.pia está disponível para compra. Garanta o seu aqui: ⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠https://amzn.to/3CGZkc5⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠⁠

O Histórias para ouvir lavando louça é um podcast do ter.a.pia apresentado por Alexandre Simone e Lucas Galdino. Para conhecer mais do ter.a.pia, acesse ⁠⁠⁠⁠historiasdeterapia.com⁠⁠⁠⁠.

Edição: Bergamota Filmes

Roteiro: Luigi Madormo

Voz da vinheta: Celia Melo, apoiadora na Orelo.

  continue reading

161 episoder

Alle episoder

×
 
Loading …

Velkommen til Player FM!

Player FM is scanning the web for high-quality podcasts for you to enjoy right now. It's the best podcast app and works on Android, iPhone, and the web. Signup to sync subscriptions across devices.

 

Hurtig referencevejledning